Busca Educação

Infraestrutura

20/12/2012

Governo vai investir em reformas e reparos em escolas

O governador Beto Richa autorizou a abertura de licitações para obras de reparo e melhorias em seis escolas de diferentes regiões do Paraná. As licitações acontecerão até o fim de janeiro. Os investimentos somam R$ 8 milhões e beneficiarão cerca de 5 mil estudantes nos municípios de Curitiba, Araucária, Barracão, Rebouças e Japurá.

Algumas das obras vão promover melhorias em instalações antigas, que nunca receberam uma grande reforma. É o caso do Colégio Estadual Amâncio Moro, que funciona em um prédio histórico, com mais de 60 anos, no bairro Jardim Social, em Curitiba, e do Colégio Estadual Professor Júlio Szymanski, em Araucária, que tem mais de 50 anos.

“A comunidade dessas escolas aguardava pelas obras há muito tempo. Vamos proporcionar uma nova condição para o trabalho nesses estabelecimentos, reforçando nosso compromisso com a qualidade da educação, que é um fator de cidadania”, afirma o governador.

Em Curitiba, serão investidos R$ 4 milhões em duas escolas. Além do Colégio Estadual Amâncio Moro, também será beneficiado o Colégio Estadual Pilar Maturana, localizado no Bairro Alto. A escola receberá investimentos de R$ 1,1 milhão, para reparos na pintura, no ginásio de esportes, auditório e na cobertura. A licitação ocorre no dia 28 de dezembro. Os reparos necessários para atender as necessidades da instituição foram decididos pela comunidade escolar do estabelecimento, que atende 1,4 mil alunos do ensino fundamental, médio e profissionalizante.

“Estamos satisfeitos com a notícia da licitação, porque há cinco anos esperamos por esta reforma. Todo o processo foi acompanhado por uma comissão formada especialmente para atender esta demanda. As melhorias irão beneficiar toda a nossa comunidade”, disse o diretor da unidade, Marco Bianchessi.

O Colégio Estadual Amâncio Moro, que atende 500 estudantes do ensino fundamental e médio, no bairro Jardim Social, passará por um grande reparo estrutural. O estabelecimento funciona em instalações que têm mais de 60 anos. Coberturas, pisos, rede elétrica e hidráulica serão trocadas.

Uma parte do prédio será demolida para a construção de um novo bloco, que abrigará oito novas salas de aula, laboratório, refeitório, cozinha e estacionamento. Paisagismo e calçada em torno do colégio também estão previstos. O investimento é de R$ 2,9 milhões e a concorrência para licitação abre em 11 de janeiro.

“É a primeira vez que nosso colégio recebe um investimento deste porte. Nosso objetivo é acabar com as pequenas reformas e tornar o espaço mais agradável para alunos e professores”, disse a diretora Willie Anne Provin.

ARAUCÁRIA – Em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, o prédio onde está o Colégio Estadual Professor Júlio Szymanski, construído há mais de 50 anos, também receberá pela primeira vez uma grande reforma. As obras de reparos e extensão da cobertura, novo muro, pintura, troca de piso, reforma nos laboratórios, banheiros e cozinha vão atender os 1,5 mil alunos do ensino médio e profissionalizante. A licitação para a execução dos reparos acontecerá em 15 de janeiro e o investimento ultrapassa R$ 920 mil.

“É uma expectativa bem forte da comunidade e dos alunos de que a reforma seja executada o quanto antes. A previsão é que todo o andamento das obras dure 180 dias”, disse a diretora Sandra Anália dos Santos.

BARRACÃO – No Colégio Estadual Professor Leonor Castellano, em Barracão, do Núcleo Regional de Educação de Francisco Beltrão, serão aplicados mais de R$ 275 mil para obras de reparo e ampliação. Serão construídas duas salas de aula e outras oito serão aumentadas. No orçamento também estão previstos a troca da cerâmica de todo o prédio e melhorias no forro, cozinha, sistema elétrico e hidráulico.

As obras beneficiarão os 480 alunos do ensino fundamental e da Educação para Jovens e Adultos (EJA). A licitação acontece em 16 de janeiro. “Ficamos felizes com essa atenção que o governo está dando à nossa escola e comunidade. Há um bom tempo nós recebemos investimentos e com a ampliação poderemos oferecer educação em tempo integral”, contou a diretora Maique Solange Dalmolin.

REBOUÇAS – No Colégio Estadual Professor Júlio César, em Rebouças, do Núcleo Regional de Educação de Irati, o investimento ultrapassa R$ 1,3 milhão. O prédio, construído nos anos 40, receberá melhorias com a troca do telhado, assoalho, rede elétrica, hidráulica e pintura. A concorrência pública para licitação acontece em 17 de janeiro.

Segundo o diretor da escola, Wesley Molinar, as obras irão melhorar a qualidade de ensino dos 988 estudantes do ensino fundamental, médio e profissionalizante. “Nossa escola é referência no município e acredito que com a realização das obras nossos alunos se sentirão estimulados e propensos a preservar o patrimônio escolar”, disse.

JAPURÁ – O Colégio Estadual Rui Barbosa, em Japurá, regional de Cianorte, receberá o investimento de R$ 1,3 milhão. O colégio é o único que oferta o ensino médio no município. Serão beneficiados 400 estudantes com as melhorias na estrutura física, parede, laboratório, instalação elétrica, troca de piso e reformas na quadra esportiva e refeitório. Um novo bicicletário e paisagismo completam os reparos. A licitação será aberta em 21 de janeiro e a previsão que as obras durem nove meses.

Segundo a diretora, Maria Aparecida Costa, esta é a primeira reforma do prédio, construído em 1968. “É uma reivindicação antiga da comunidade, pois a escola se encontra numa situação complicada, com a estrutura do prédio comprometida. Com estas melhorias, pretendemos realizar mais eventos culturais e abrir cursos profissionalizantes. Acredito que a reforma será motivadora para nossos alunos, que encontrarão um ambiente mais agradável e acolhedor”, disse.

As obras de melhorias nas escolas estão de acordo com as normas da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Todos os prédios receberão adequações para permitir o acesso de pessoas com deficiência.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.