Cursos

08/05/2017

Defasagem escolar é tema de cursos de formação

Técnicos pedagógicos dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NRE) que atuam nas coordenações da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e no Programa de Aceleração de Estudo (PAE) iniciaram, nesta segunda-feira (8), cursos de formação estratégica voltados à defasagem na relação idade/ano de escolarização.

A formação é desenvolvida pela Superintendência da Educação da Secretaria de Estado da Educação, com o objetivo de alinhar as ações desenvolvidas pela pasta e fortalecer o trabalho pedagógico das regionais com as escolas da rede estadual de ensino. A formação tem duração de 16 horas, divididas em dois dias, e está prevista no item três do programa Minha Escola Tem Ação (META), que aborda a oferta de formação continuada dos profissionais da educação.

Nos dois dias os profissionais vão trabalhar questões técnicas alinhadas às orientações do Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Estado da Educação e plano de governo. “Por meio da formação estratégica conseguimos repassar aos técnicos dos núcleos as últimas atualizações e o direcionamento para que eles consigam desenvolver o trabalho da melhor maneira possível com os professores, pedagogos, diretores e funcionários das escolas estaduais”, disse o chefe do Departamento de Educação Básica (DEB), professor Cassiano Ogliari.

A Educação de Jovens e Adultos atende estudantes acima de 15 anos no ensino fundamental e 18 anos para o ensino médio que não concluíram os estudos na idade escolar. Já o PAE atende alunos que estão com defasagem de dois anos no processo de escolarização.

A Coordenação de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) vai trabalhar com as concepções e a estrutura organizacional e funcionamento da EJA no Estado, aspectos pedagógicos e avaliação das formações realizadas e planejamento de ações para o ano letivo de 2017. “Vamos trazer novas informações, principalmente as orientações do Ministério da Educação relacionadas ao programa Brasil Alfabetizado e ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos”, disse a coordenadora de Educação de Jovens e Adultos da secretaria, Márcia Dudeque.

Também será apresentado e analisado o plano de formação em alfabetização do Programa Paraná Alfabetizado (PPA) e Programa Brasil Alfabetizado (PBA) de 2017.

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - A EJA no Paraná é ofertada em aproximadamente 400 estabelecimentos de ensino entre escolas da rede estadual, Centros Estaduais de Educação Básica para Jovens e Adultos (CEEBJAs), EJA no Sistema Prisional (para adultos), EJA no Sistema Socioeducativo (para adolescentes) e em turmas descentralizadas por meio de Ação Pedagógica Descentralizada (APED).

A rede estadual de ensino atende anualmente cerca de 130 mil alunos na modalidade de educação de jovens e adultos na fase I (para os anos iniciais do ensino fundamental), fase II (para os anos finais do ensino fundamental) e ensino médio.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.