Ensino

29/08/2017

Alunos da rede estadual assistem peça sobre cidadania

Estudantes de escolas públicas estaduais de Curitiba assistiram nesta terça-feira (29), no Teatro Guaíra, em Curitiba, a primeira exibição da peça “Um jeito simples de entender seus direitos”.

Até o dia 06 de setembro mais de seis mil estudantes de 37 escolas estaduais da capital vão assistir à apresentação. A iniciativa é do Ministério Público do Paraná, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, e tem como objetivo trabalhar conceitos de cidadania, direitos e deveres sociais de maneira interativa.

Serão seis apresentações nos turnos da manhã e da tarde para estudantes de escolas públicas, com linguagem divertida e crítica, abordando temas como o combate à corrupção, o direito à educação e à saúde, a inclusão social, o estado democrático de direito e a liberdade de expressão, entre outros. O texto, adaptado da cartilha João Cidadão, envolve circo, teatro, música e cidadania. Após a apresentação, a plateia recebe cópias da cartilha.

DEBUTANDO - A estudante Isabele de Sousa Ramos, 14 anos, do 9° ano do Colégio Estadual Professor Luiz Carlos de Paula e Souza, no bairro Uberaba, teve experiências inéditas na manhã desta terça-feira: ir pela primeira vez ao teatro e poder conhecer mais sobre cidadania. “Acho que todos os estudantes deveriam ter essa oportunidade de ir ao teatro e também conhecer seus direitos e deveres como cidadão”, disse Isabele.

Emanoel Vinicius Ribeiro Franco, 15 anos, do 9° ano do Colégio Estadual Professor Nilo Brandão, no Cajuru, destacou a oportunidade de poder dialogar sobre cidadania com estudantes da mesma idade. “É uma experiência inovadora, porque nunca tinha imaginado que viria em um teatro para falar de cidadania, direitos e deveres”, destacou Emanoel.

LINGUAGEM ACESSÍVEL – O texto apresentado pela Cia dos Palhaços foi adaptado da cartilha João Cidadão, do Conselho Nacional do Ministério Público, para uma linguagem voltada ao público jovem. “Acho que fica mais fácil para eles entenderem com essa linguagem”, disse a professora de Geografia Roderly Ribeiro, do Colégio Estadual Professor Nilo Brandão.

O diretor do Colégio Estadual Professor Luiz Carlos de Paula e Souza, Adalton Sutil de Oliveira, aprovou a iniciativa. “Acredito que essa ideia de trazer o diálogo sobre cidadania ao teatro foi muito interessante para todos os colégios presentes. Esses conteúdos sobre cidadania devem estar presentes sempre”, frisou Adalton.

ESTREIA OFICIAL - A estreia oficial do projeto será nesta terça-feira, às 20 horas, no grande auditório do Teatro Guaíra, aberta à comunidade, com entrada gratuita.

PROJETO - Lançado pelo Conselho Nacional do Ministério Público em 2015, o projeto “João Cidadão” estimula o debate de diversos temas, como o combate à corrupção, o direito à educação e à saúde, a inclusão social, o estado democrático de direito e a liberdade de expressão, entre outros. Como o foco está nos adolescentes e jovens, a linguagem adotada é leve e divertida, ainda que crítica – a cartilha do projeto, por exemplo, distribuída em escolas, é toda inspirada em quadrinhos.

PARCEIROS – O teatro do João Cidadão conta com patrocínio da Itaipu Binacional, da Sanepar, da Copel e do Grupo Positivo. A iniciativa conta, ainda, com o apoio do Centro Cultural Teatro Guaíra, das secretarias estaduais da Cultura e da Educação, da Fundação Escola do Ministério Público, da Gazeta do Povo, da Fundação Pedro Jorge, da Fiep, da Fecomércio e do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado do Paraná.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.