Institucional

24/11/2017

Richa inaugura escola e cria novo Colégio da PM

O governador Beto Richa inaugurou nesta sexta-feira (24) o Colégio Estadual Vista Bela, de Londrina, no Norte do Paraná. A nova unidade tem capacidade para 2.500 estudantes do ensino fundamental e ensino médio, em três períodos. Richa também assinou decreto formalizando a instalação do Colégio da Polícia Militar em Londrina e autorizou edital para o processo seletivo de vagas.

“É um dia de festa para a Educação em Londrina”, afirmou o governador. O novo colégio estadual recebeu investimento de R$ 5,3 milhões, feito em parceria pelo Governo do Estado e Ministério da Educação. A nova unidade atenderá moradores do conjunto Residencial Vista Bela, um dos maiores do país, que abriga cerca de 10 mil pessoas. Também serão atendidos estudantes dos bairros Jardim Padovani, Moradas de Portugal, Maria Celina, Ilha do Mel e Jardim Everest.

O governador disse que a região Norte de Londrina cresceu muito e que precisa de serviços públicos de qualidade. “Faltava uma escola deste porte para atender a demanda desses bairros. A prefeitura gastava um bom dinheiro para transportar os alunos para outras escolas. Agora haverá economia com a inauguração desta belíssima escola”, disse ele.“Já investimos muito em educação em Londrina, só em reforma de escolas e quadras cobertas foram mais de R$ 50 milhões”.

ESTRUTURA – O novo colégio conta com 24 salas de aula, quadra coberta, laboratório de informática, sala de múltiplo uso, laboratório para ciências e biblioteca, além de salas para professores, direção, pedagogos, arquivo, secretaria, pátio descoberto, refeitório completo, cozinha, despensa para alimentos, depósito para material de limpeza, cantina, sanitários, passarela, elevador e casa do zelador.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, disse que a escola é uma conquista para a cidade. “O conjunto vista bela foi na época o maior empreendimento do Minha Casa Minha Vida.

“Até este ano município tinha que transportar as crianças para outros lugares de Londrina. Agora temos uma escola com estrutura de primeiro mundo”, disse ele.

As aulas iniciam já no ano que vem. Há previsão de atendimento para o início do ano letivo de 2018, com a preparação das cartas - matrículas para o 6º ano do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio. Também acontece a abertura para o cadastramento de alunos para os demais anos dos ensinos fundamental e médio para abertura de turmas.

DUALIDADE - O colégio também vai contribuir com a rede municipal de ensino. Em função da necessidade de atendimento das séries iniciais, Estado e prefeitura firmaram acordo de dualidade administrativa para uso do espaço para séries iniciais.

“Gostei muito da proposta de trabalhar de forma compartilhada. Teremos nesta escola as crianças e os jovens desde os anos iniciais até o ensino médio”, afirmou a secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres. “Teremos um trabalho harmônico, com muita qualidade de ensino”.

PRIMEIRO DO INTERIOR – O decreto assinado pelo governador formalizou a criação do Colégio da PM em Londrina, primeira unidade da instituição no interior. O colégio começa a atender já no próximo ano letivo e vai funcionar no Colégio São José - transformado em Colégio da PM. Os 200 alunos do São José já estão inseridos na nova unidade.

O edital autorizado pelo governador é para o processo seletivo de mais 120 alunos, que entrarão em 2018. A gestão é da PM e os professores são da rede de ensino. “Temos um Colégio da Polícia Militar em Curitiba há 50 anos, que tem as melhores notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Lideranças de Londrina, comunidade escolar, entidades e deputados ficaram felizes da vida com a decisão do governo de implantar esta nova unidade que, com certeza, também será referência para o resto do Paraná”, disse o governador.

Ele disse que já há demanda grande de pais de alunos para matricularem os filhos, a exemplo do que acontece em Curitiba, onde há fila de 1,5 mil alunos aguardando uma vaga. “A procura se dá pela qualidade ensino, com destaque a valores, como a disciplina”, disse o governador.

UNIVERSIDADE – Também nesta sexta-feira, o governador participou da inauguração do campus de Londrina da Unicesumar. A nova unidade é parte do projeto de expansão da instituição, iniciado há cerca de cinco anos, com previsão de R$ 180 milhões em investimentos em educação presencial e a distância. “Investimentos em ensino superior estimulam o desenvolvimento regional”, disse Richa. Ele lembrou que a Unicesumar, que é particular e tem sede em Maringá, está no ranking das melhores do País. “É uma instituição paranaense, que forma milhares de pessoas, com qualidade”, afirmou.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o presidente da Associação de moradores Vista Bela, José Silvestre Gonçalves; o presidente da Fundepar, Sérgio Brun; o chefe do Núcleo Regional de Educação, professora Lúcia Cortez; o diretor do colégio estadual Vista Bela, Marins Carlos de Souza; a secretaria municipal de educação Maria Tereza Moraes; subcomandante da Polícia Militar, coronel Arildo Luiz Dias; o comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, coronel Monteiro; deputados estaduais Cobra Repórter e Thiago Amaral, o deputado federal Alex Canziani; o presidente da Câmara de Vereadores, Mário Takahashi.

70 ANOS - Na tarde desta sexta-feira (24) a secretária Ana Seres participa da comemoração dos 70 anos da SEED organizada pelo Núcleo Regional de Londrina. A iniciativa faz parte das celebrações realizadas em 2017 em todas as 32 regionais para marcar as sete décadas de história da Secretaria.

Ao longo deste ano, a SEED preparou diversas atividades, que incluem uma publicação com o resgate da memória da pasta, um vídeo institucional produzido pela TV Paulo Freire, a criação do Centro de Memória da Secretaria, homenagem a ex-secretários, calendários e selos comemorativos, além de um concurso de artes envolvendo as escolas.

Agência de Notícias do Paraná
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.