Ensino

30/01/2018

Escolas recebem impressoras 3D para atividades pedagógicas

O Governo do Paraná começou a entregar nesta semana kits tecnológicos para o primeiro lote das 500 escolas que participam do projeto Conectados 2.0, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação. Ao todo, o Governo do Paraná está investindo R$ 14 milhões para melhorar o parque tecnológico das escolas paranaenses.

Neste primeiro momento, 21 escolas da rede estadual de ensino receberão kits com impressora 3D, filamento (filtro plástico para impressão em 3D), cartão de memória e material de apoio para uso do equipamento.

Além disso, os professores que participam do programa vão receber treinamento das equipes de tecnologia educacional da Secretaria da Educação. “Entendemos a necessidade das escolas de estarem inseridas no contexto da tecnologia educacional de inovação, por isso estamos entregando esses equipamentos e ofertando a formação tecnológica aos professores e isso vai refletir no aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem”, disse a secretária estadual da Educação, professora Ana Seres.

ESCOLHA - Cada uma das 500 escolas que participam do programa optou por um kit para equipar melhor sua unidade. Estavam disponíveis 10 opções de kits: câmera fotográfica, gravador de áudio, notebooks, laptop, impressora 3D, roteadores, equipamentos para rede sem fio e projetores multimídias.

O diretor de políticas educacionais da Secretaria, Eziquiel Menta, explicou que a escolha dos equipamentos é feita pelas próprias escolas de acordo com as atividades que cada unidade de ensino desenvolve. “As escolas fizeram um diagnóstico da sua situação tecnológica e elaboraram um plano de uso e com isso definiram quais os kits que se encaixam melhor em sua política de tecnologia educacional”, disse.

ESCOLA DIGITAL – O Colégio Estadual Euzébio da Mota, em Curitiba, recebeu nesta terça-feira (30) uma impressora 3D, filamentos para impressão e cartão de memória para equipar o laboratório de robótica. “Esse equipamento será fundamental para aprimorar os diversos projetos que a escola já desenvolve”, disse a diretora Olinda Godoi Ribeiro.

Desde o ano passado os 1,2 mil alunos do Colégio já utilizam recursos tecnológicos em sala de aula para atividades educacionais. “A escola conta com wifi livre para uso pedagógico desenvolvido em sala de aula pelos professores. Com isso todos os alunos participam das atividades relacionadas ao Conectados e isso torna a escola cada vez mais digital”, explica a diretora.

O aluno Wesley Domingues Ramalho, 13 anos, do 9° ano, aprovou a chegada do novo equipamento. “É uma ferramenta que vai ajudar o trabalho dos professores e facilitar o nosso aprendizado”, disse.

CONECTADOS 2.0 – Essa é a segunda edição do programa que envolve 500 escolas que ofertam educação em tempo integral no turno único, escolas rurais, unidades que trabalham com salas de recursos multifuncionais, escolas que já incorporaram as tecnologias em seu dia a dia e outras que possuem poucos recursos tecnológicos disponíveis.

A ampliação do parque tecnológico nas escolas e a oferta da formação continuada fazem parte do plano de metas do Governo Estadual, do programa Minha Escola Tem Ação (Meta) da Secretaria de Estado da Educação.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.