Institucional

02/03/2018

Pato Branco estuda instalação de colégio da PM

A secretária da Educação, professora Ana Seres, participou nesta sexta-feira (02), em Pato Branco, de uma reunião com o Núcleo Regional de Educação, comunidade escolar, associações de pais e mestres e com representantes da Polícia Militar para tratar da possível instalação de um colégio da PM no município.

A Polícia Militar do Paraná conta com um colégio em Curitiba desde 1959. A primeira unidade no Interior, localizada em Londrina, na região Norte, começou a funcionar este ano. Além de Pato Branco, Cascavel e Maringá estudam a implantação de uma unidade do colégio da PM.

De acordo com a secretária, o estudo para a implantação de novas unidades se dá pela qualidade do ensino ofertado nos colégios da polícia. “O Colégio da PM em Curitiba oferta ensino de excelência. A parceria mantida por quase 50 anos tem rendido tão bons resultados que é natural que outras regiões pleiteiem o mesmo. Londrina já tem seu colégio e agora estamos estudando a viabilidade de outras unidades”, explicou.

O coronel Mauro Celso Monteiro, diretor de ensino da PM e comandante da Academia Policial Militar do Guatupê participou da reunião e disse que o encontro serviu para tirar dúvidas e explicar os trâmites de uma possível abertura do colégio. “Estamos concluindo o estudo de viabilidade que será encaminhado à Secretaria de Estado da Segurança Pública. Depois disso, o processo tramita internamente em diferentes secretarias para depois ser aprovado ou não pelo governador”, explicou.

A chefe do núcleo regional de educação de Pato Branco, Rita de Cássia Cordeiro Augusto, explicou que a escolha do colégio que poderá sediar o novo colégio da PM precisa passar pelo crivo de toda comunidade escolar e atender às exigências técnicas da PM. “As lideranças visitaram vários colégios para verificar possíveis candidatos e entre eles temos o Colégio Estadual La Salle, que atende diversas exigências estruturais, como as quadras cobertas, e pode sediar o futuro colégio da PM em Pato Branco.”, explicou Rita.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.