Infraestrutura

08/03/2018

Colégio estadual de Campo Magro recebe kit tecnológico

O Colégio Estadual do Campo Nossa Senhora da Conceição, de Campo Magro, Região Metropolitana de Curitiba, recebeu nesta quinta-feira (8) o kit tecnológico do projeto Conectados 2.0. A escola escolheu uma impressora 3D que vem acompanhada de cartão de memória e material de apoio para uso do equipamento.

A entrega foi feita pela secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres, que participou da cerimônia de inauguração do refeitório do colégio, que acabou de ser reformado. “O Colégio Estadual do Campo Nossa Senhora da Conceição melhora ano a ano a qualidade do ensino e inova desenvolvendo projetos que estimulam o ensino e a aprendizagem. Tenho certeza que este kit tecnológico vai permitir que muitos outros projetos inovadores possam ser desenvolvidos”, disse a secretária.

O projeto Conectados 2.0, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, está melhorando o parque tecnológico das escolas paranaenses. O Governo do Paraná está investindo R$ 14 milhões para a aquisição dos equipamentos. Cada uma das 500 escolas que participam do programa optou por um kit para equipar melhor sua unidade. Estavam disponíveis 10 opções de kits. Vinte e uma escolas escolheram o kit formado por máquina fotográfica, tripé, impressora 3D e fone.

VERSATILIDADE - A diretora do colégio, Lozangela Machado de Morais Calado, disse que a impressora 3D foi escolhida porque dá mais versatilidade de uso por diferentes professores e disciplinas. “Além de tornar o processo de aprendizagem mais lúdico e interessante, os materiais de apoio que acompanham a impressora vão nos ajudar em projetos específicos de linguagem, para melhorar a capacidade de comunicação dos nossos alunos”, explicou.

“Vamos aliar tecnologia, diversão e criatividade junto com o processo de aprendizagem. E o aluno se torna protagonista do processo de ensino”, afirmou a professora de ciências e biologia, Diana Carvalho. O estudante Rafael de Lara dos Santos, do terceiro ano, foi o primeiro a usar a impressora. “É bem fácil de mexer e será muito útil para o projeto que estamos desenvolvendo, de criação de uma maquete sobre sistema de água e coleta”, disse.

QUALIDADE DE ENSINO - Inaugurado em 2010, o Colégio do Campo Nossa Senhora Conceição tem 234 alunos no ensino regular, além de atender 11 crianças na educação especial e outros 44 alunos matriculados no Centro Estadual de Línguas Estrangeiras Modernas (Celem) para o curso de inglês.

Em 2017 o colégio foi classificado em terceiro lugar no Prêmio Gestão Paraná, que elegeu as escolas que trabalham com projetos pedagógicos inovadores. Lozangela conta que o projeto da horta é o que mais se destaca no colégio. “Além de complementar a merenda escolar, o projeto permite que todos os alunos se envolvam no plantio e colheita de produtos. Cada turma tem seu canteiro e eles mesmo cultivam os produtos. Uma vez por semana, depois que os legumes e verduras são colhidos, eles vão ao refeitório e preparam uma receita com o ingrediente . E todo o excedente de produção é entregue aos alunos, que levam os produtos para casa”, explicou a diretora.

O trabalho com projetos como o da horta ajudaram a diminuir a evasão escolar. Já houve períodos em que de oito a dez alunos por turma abandonavam a escola ao longo do ano. Ano passado, foram apenas cinco casos no colégio todo.

A melhoria no ensino também se reflete nos resultados Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que visa medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino. Em 2009, a nota do colégio era 3,5. Em 2015, passou para 4,7.


Professores e alunos vão receber treinamento

Além dos equipamentos, professores, funcionários e alunos vão participar de curso de modelagem e impressão 3D para uso correto do equipamento. As capacitações acontecem entre o dia 12 e 30 desse mês para escolas da Região Metropolitana de Curitiba e de outras regiões do Estado.

Professores e a alunos do Colégio Estadual Professora Marli Queiroz de Azevedo, Colégio Estadual Narciso Mendes e Colégio Estadual Euzébio da Motta, ambos de Curitiba, que optaram pelo kit receberam a capacitação nessa quarta-feira (7), em Curitiba.

“O curso é importante para que possamos notificar e mostrar aquilo que vemos em sala de aula na prática. Nós, professores de História, Geografia e Ciências, trabalhamos com muita teoria e as vezes não conseguimos mostrar na prática. Com a impressora 3D, que é uma ferramenta revolucionária, podemos mostrar detalhes daquilo que estamos ensinando”, disse o professor de História Eberson Ricardo Sabião, do Colégio Estadual Professora Marli Queiroz de Azevedo.

Segundo Eberson, a medida vai incentivar os alunos. “Com a impressora 3D muda toda a dinâmica da escola porque os alunos vão ficar mais interessados e entusiasmados. Eles vão prestar mais atenção nas aulas teóricas para poder colocar em prática”, disse.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.