Ensino

27/03/2018

Escolas e comunidade podem participar de oficinas criativas

A Secretaria de Estado da Educação está com inscrições abertas para oficinas tecnológicas no laboratório de fabricação digital - Seed Lab, em Curitiba. Escolas, pais, estudantes do ensino fundamental, médio e ensino superior, professores, gestores, agentes educacionais, pesquisadores e demais representantes da comunidade escolar podem fazer as inscrições gratuitamente no site http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br para os cursos que serão realizados de maio a julho. O novo cronograma com as datas e oficinas será lançados em breve.

As turmas devem ter no mínimo seis inscritos para oferta dos cursos com duração de oito horas divididas em dois dias. Ao término das oficinas, os participantes recebem um certificado de conclusão. Para os servidores vinculados à Secretaria da Educação, os certificados contam para avanço no plano de carreira, conforme o programa Minha Escola Tem Ação (META), da pasta.

Toda semana é ofertada uma das oito oficinas que incluem a construção e programação de robôs, aprendizagem criativa, cinema, jogos digitais, projetos eletrônicos, construção de instrumentos musicais, gincanas com robôs Legos e impressão e modelagem em impressora 3D.

“Precisamos repensar os espaços das escolas e nossas metodologias de ensino. Pensando nisso, o Seed Lab tem como objetivo propor atividades que ajudem os professores a repensar os espaços da escola e maneiras de ensinar. Os trabalhos desenvolvidos no Seed Lab possibilitam a transformação da escola em um espaço mais atrativo e interessante para os alunos”, disse a coordenadora de tecnologias educacionais da pasta, Eguimara Selma Branco.

O Seed Lab é um projeto desenvolvido pelo Departamento de Políticas e Tecnologias Educacionais (DPTE) da Secretaria de Estado da Educação que prevê o desenvolvimento de tecnologias utilizando conceitos de aprendizagem criativa que promovam iniciativas inovadoras e o compartilhamento de novas experiências.

Eguimara destacou ainda que as oficinas permitem que os professores trabalhem os conteúdos das disciplinas de maneira interdisciplinar. “O professor pode escolher a melhor maneira de trabalhar os conteúdos e com isso contribuir de maneira criativa para o processo de ensino e aprendizagem”, disse.

MÃO NA MASSA - Nessa terça-feira (27), os alunos do 6° ano do ensino fundamental do Colégio Estadual Liria Micheleto Nichele, de Fazenda Rio Grande (na Região Metropolitana de Curitiba) construíram robôs (com materiais reciclados) e programaram comandos de voz e movimentos por meio de componentes do hardware Arduino.

Essa foi a primeira vez que o estudante Brayan Wallace de Souza Knop, de 10 anos, teve a oportunidade de conhecer melhor o mundo da robótica e programação. “É uma coisa nova. Sempre quis mexer com robótica, mas não tinha idade suficiente. Agora estou tendo essa oportunidade de programar e criar robôs. Gosto de robótica porque ela permite pensar e criar sem limites”, disse o aluno.

Sua colega, Emelly Amanda Erzirger, de 11 anos, também participou pela primeira vez da atividade. “É uma experiência nova que permite conhecer coisas diferentes do que estamos acostumados a ver na escola”, contou.

A inscrição dos alunos foi feita pelo coordenador pedagógico da escola, William Coelho de Araújo Fagundes, que destacou a contribuição das oficinas para a formação dos alunos. “O Seed lab contribui com o desenvolvimento dos alunos em diferentes áreas, por isso é importante essa abertura porque essa experiência permite que eles desenvolvam outras habilidades”, disse.

TRANSPORTE - A Secretaria de Estado da Educação disponibiliza o transporte para escolas de Curitiba e Região Metropolitana que queiram fazer caravanas para participar das oficinas. A solicitação do transporte deve ser feito junto com a inscrição. Após a inscrição, a equipe da coordenação de tecnologias educacionais entra em contato com a instituição de ensino para organizar o transporte dos alunos.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.