Ensino

02/04/2018

Secretaria destaca Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Uma peça teatral sobre a Paixão de Cristo é a atividade escolhida pela Escola Estadual Lucy Requião Mello e Silva na modalidade Educação Especial, em Curitiba, para destacar o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A apresentação é resultado das ações realizadas na escola para desenvolver o potencial de seus estudantes autistas.

“O objetivo do evento é a valorização do trabalho dos estudantes, trabalhar o respeito à diversidade, e marcar o Dia da Conscientização do Autismo, dia 2 de abril. Fizemos toda uma programação sobre esta data, com o tema da Paixão de Cristo, para os nossos alunos e para as suas famílias”, explica a diretora da escola, Edimara Zanocini.

A encenação é aprovada pelas famílias dos estudantes. “As pessoas que não tem uma pessoa autista na família não veem a importância que uma apresentação como essa tem para a gente. Ver que ele está se expressando, se apresentando na frente de outras pessoas, é algo extremamente valoroso”, afirma Luciana Grochovski, irmã do aluno Leandro Grochovski, de 35 anos.

Além da apresentação, a comunidade também visitou uma exposição de fotos sobre as atividades realizadas na escola, e assistiu vídeos que ilustram a perspectiva do autista de como ele percebe o mundo.

A Escola Estadual de Educação Especial Lucy Requião atende cerca de 150 alunos com autismo, deficiências intelectual e múltiplas deficiências. No período da manhã, estão matriculados adolescentes com idade a partir de 17 anos e adultos, na Educação de Jovens e Adultos (EJA). À tarde são atendidas crianças e adolescentes de até 16 anos, no Ensino Fundamental na modalidade Educação Especial.

ATENDIMENTO – Neste ano estão matriculados 745 alunos diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista em 473 escolas da rede estadual, no Ensino Fundamental, Ensino Médio e EJA.

A maioria dos estudantes autistas estão incluídos em escolas regulares, sendo atendidos por professores de Apoio Educacional Especializado. O atendimento é concebido e organizado para suprir as necessidades de acesso ao currículo do ano em que estão matriculados, informa o Departamento de Educação Especial.

O estudante autista também pode ser matriculado na Sala de Recursos Multifuncionais da escola, no contraturno escolar, cujo foco é o de complementar a escolarização, promovendo o desenvolvimento dos processos cognitivos.

MATERIAL – O portal Dia a Dia Educação, da Secretaria da Educação (SEED), possui vasto acervo sobre a área dos Transtornos Globais do Desenvolvimento que abrange o Transtorno do Espectro do Autismo.

O material está disponível na página www.educadores.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=693
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.