Ensino

02/04/2018

Escola organiza salas para incentivar ensino em tempo integral

Há cinco anos os 155 estudantes do 6° ao 9° ano do ensino fundamental do Colégio Estadual Ubaldino do Amaral, em Santo Antônio da Platina (no Norte Pioneiro) estudam em tempo integral no turno único. Para que a rotina de nove horas de aula diária seja mais dinâmica, a escola desenvolveu uma metodologia com salas de aulas temáticas para organizar os horários e os espaços escolares.

A metodologia oferece ambientes diferenciados que estimulam e promovem aprendizagens que melhoram as condições de trabalho do professor e o interesse dos estudantes inserido na Educação em Tempo Integral, facilitando o uso de equipamentos e materiais diversificados específicos do ensino em turno único.

As salas ambientes foram pensadas para serem espaços favoráveis tanto para os professores, por facilitar a organização do trabalho e seus materiais didáticos em um mesmo local, evitando o deslocamento por diferentes salas. “Essa organização proporciona aos alunos outra organização das salas de aula, dos materiais de apoio didático e também do auxílio de imagens que ajudam na compreensão dos conteúdos”, disse a diretora Edilene Chaves Ribeirete.

No intervalo de cada aula, são os alunos que mudam de sala (no ensino regular é o professor que vai até o aluno). Ao se deslocar para a próxima sala, ainda segundo a diretora, os alunos saem da rotina de esperar o professor. “Além disso, há sempre um ambiente novo com salas que acompanham as temáticas das disciplinas e conteúdos que são trabalhados pelos professores”, explicou Edilene.

A escola possui duas salas temáticas de língua portuguesa e de matemática, uma para aulas de ciências, geografia, língua estrangeira (inglês, espanhol e francês), história e arte. A ambientação é organizada pelos professores conforme os conteúdos são desenvolvidos. Nas salas de matemática, por exemplo, há modelos de sólidos geométricos pendurados e na sala de geografia, há mapas nas paredes.

“O ensino em tempo integral no turno único exige muito do aluno, então optamos por criar algo diferente que saísse um pouco da rotina e os motivasse. Dessa maneira a sala se transforma em um livro aberto”, contou a diretora.

O aluno Ricardo Henrique Guiotto, 14 anos, do 9° ano, aprovou a iniciativa. “As salas ficaram mais bonitas, coloridas e sem aquele mesmo aspecto de sempre, branco e sem vida”, disse. “Acho legal poder ficar mais tempo na escola porque é mais divertido e posso aprender coisas novas”, disse.

Sua colega, a estudante Júlia de Oliveira Santos, também de 14 anos e do 9° ano, disse que as salas deixam o ambiente mais atrativo. “Não fica tão cansativo porque o ambiente é sempre alterado com novas pinturas”, contou.

Segundo o chefe do Departamento de Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação, Cassiano Ogliari, a organização das salas ambiente promove a curiosidade dos estudantes e a criatividade dos professores das diversas disciplinas. “Essa iniciativa favorece a articulação entre os diversos conhecimentos de cada área”, disse.

EM TEMPO INTEGRAL – Permanecendo mais tempo na escola, os estudantes participam de atividades diferenciadas por meios dos Componentes Curriculares Eletivos, além das disciplinas previstas na Base Nacional Comum (BNC) e na Parte Diversificada da Matriz Curricular da Escola.

Os estudantes do Colégio Estadual Ubaldino do Amaral têm aula de Literatura Infanto-Juvenil, Leitura e Informação em Língua Espanhola, Matemática Financeira, Laboratório de Matemática, Atividades Experimentais (Química, Biologia e Ciências), Espaço Cultural Paranaense (Geografia do Estado do Paraná), Aprofundamento Esportivo (estudo da teoria dos esportes e treinamento para competições), além de xadrez, judô, futsal, vôlei e artes visuais que foram escolhidas pelos próprios estudantes.

“Quando ampliamos os espaços e os tempos escolares e diversificamos as metodologias de ensino, ampliamos também as possibilidades de aprendizagem”, disse a Coordenadora da Educação Integral da Secretaria da Educação, Zulsi Rohr.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.