Ensino

11/05/2018

Bate papo sobre cidadania reforça protagonismo juvenil

Cerca de 400 alunos do 3° ano do Ensino Médio e do 3° e 4° ano do curso de Formação de Docentes do Colégio Estadual Sagrada Família, em Campo Largo (na Grande Curitiba), participaram nessa sexta-feira (11), de um bate papo sobre cidadania e protagonismo juvenil com representantes do Governo do Paraná, Ministério Público do Paraná (MP-PR) e Tribunal de Justiça do Estado (TJ).

A roda de conversas faz parte do programa Geração Atitude, que acontece ao longo desse mês em diversas escolas estaduais. Em pouco mais de uma hora os estudantes têm a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a atividades dos poderes executivo, legislativo e judiciário, além de dialogar sobre conceitos de cidadania e protagonismo juvenil.

“O país passa por um momento de questionamento e descrédito político e moral, por isso é importante discutir esses assuntos dentro da escola, porque é na escola que acontece a formação dos nossos jovens, e ao debatermos esses assuntos, reforçamos o papel da democracia e a participação cidadã da nossa juventude”, disse o assessor especial do Governo do Paraná para a juventude, Edson Lau.

COMEÇA NA ESCOLA – O estudante do 3° ano do curso de Formação de Docentes, Kelwin Junior Vaz da Silva, de 17 anos, lembrou a importância do debate sobre cidadania e protagonismo no ambiente escolar. “É fundamental trabalhar temas relacionados à cidadania na escola porque é onde aprendemos muitas coisas e convivemos com pessoas diferentes. É o local onde começamos a formar nossos conceitos e que levaremos para a vida, disse Kelwin.

Lucas Bianco Bento, de 16 anos, já está acostumado a exercer o protagonismo dentro e fora da escola com ações do Grêmio Estudantil. Ele destacou a importância de os jovens serem ativos na sociedade. “Se não tivermos o incentivo ao protagonismo dentro da escola, seremos apagados na sociedade e sem ação. E o que precisamos hoje em dia são jovens que se destaquem e mostrem o que a juventude quer e precisa”, disse Lucas, que é presidente do grêmio.

A diretora do colégio, Lúcia Staron, destacou as contribuições das palestras para a formação dos estudantes dentro e fora do ambiente escolar. “O jovem de hoje não tem muita motivação para ser protagonista na sociedade, a partir do momento em que ele percebe e assume esse papel ele se torna uma pessoa diferente, mais ativa. Iniciativas como essa contribuem para que os alunos se tornem mais atuantes na escola e fora dela”, reforçou Lúcia.

GERAÇÃO ATITUDE – O projeto “Geração Atitude” é resultado da parceria entre o Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Educação e Assessoria Especial para a Juventude, Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), Ministério Público do Paraná (MP-PR) e Tribunal de Justiça do Estado com o objetivo de levar até os estudantes da rede estadual de ensino formação cidadã, promover a cidadania, participação política e o protagonismo juvenil.

As rodas de conversa nas escolas fazem parte da etapa Geração na Escola em que representantes de todas as instituições envolvidas no projeto participam de um bate-papo com os estudantes.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.