Institucional

05/12/2008

NRE de Jacarezinho capacita professores de escolas conveniadas de Educação Especial

A Secretaria de Estado da Educação, através do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Jacarezinho, está realizando capacitação para o uso de novas tecnologias educacionais com os professores das 12 escolas de Educação Especial conveniadas naquela região. Essas escolas receberam, este ano, os televisores multimídia que já estão nas salas de aula das escolas públicas do Estado, e, assim, os professores têm acesso a novas tecnologias e metodologias para atender as necessidades educacionais especiais de seus alunos. A capacitação é realizada graças a uma parceria entre o Departamento de Educação Especial e a Coordenação Regional de Tecnologia na Educação (CRTE) do NRE.
A professora Selma Antônia da Costa Leite, da APAE de Abatiá, elogiou a iniciativa. “Os assessores realizaram os treinamentos com responsabilidade e muito interesse, expondo os avanços tecnológicos que a SEED vem implantando”, disse. Ela entende que a inclusão escolar vem acontecendo. “Para nós, educadores das escolas de Educação Especial, os sonhos estão se aprofundando cada vez mais e ganhando um importante recurso nos avanços tecnológicos, podendo enriquecer nossas práticas pedagógicas”, explica.
Na opinião da professora Neusa Aparecida Mendonça, coordenadora pedagógica da APAE de Santo Antônio da Platina, a participação nos treinamentos renovou as expectativas dos educadores. “Tendo em vista a educação de qualidade que buscamos oferecer aos nossos educandos, podemos concluir que os professores têm valorizado cada ensinamento que receberam, pois sentimos esta mudança na pratica dos mesmos”, afirma. Ela comemora o fato de que o engajamento do Núcleo Regional de Educação e dos educadores envolvidos no processo de educar alunos com necessidades especiais possibilita que os objetivos de uma educação dia a dia melhor sejam alcançados.
Izolete Grandi, chefe do NRE de Jacarezinho, explica que essas ações pedagógicas objetivam contribuir para a inserção das tecnologias de informação e comunicação nas escolas de Educação Especial. “Entendemos que a inclusão é para todos, com acesso, qualidade e permanência nas escolas, e mais uma vez o Paraná sai na frente com novos avanços que muito vão contribuir para o ensino-aprendizagem nesta modalidade educacional”, diz.
Luiza Caldi, coordenadora de Educação Especial do NRE, também ressalta a importância da inclusão. “Acreditamos que a educação de qualidade se consegue com pessoas comprometidas com novos desafios e a inclusão deve ser real e incondicional”, afirma. Roberto Batista da Silva, assessor pedagógico do NRE, lembra que todos devem fazer parte desse processo de inclusão e, segundo ele, o NRE de Jacarezinho vem fazendo a sua parte.
As Escolas de Educação Especial inseridas nesse processo são dos municípios de Abatiá, Andirá, Cambará, Carlópolis, Jacarezinho, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Quatiguá, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal e Santo Antônio da Platina. Essas instituições já estão sendo incluídas no programa Paraná Digital.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.