Ensino

15/05/2018

Estudantes de Apae participam de oficinas de tecnologias

Estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Escola Espaço e Vida do município de Prudentópolis (nos Campos Gerais), com idade entre 13 e 28 anos, participaram nessa terça-feira (15) de oficinas tecnológicas no laboratório de aprendizagem criativa da Secretaria de Estado da Educação (SEED Lab), em Curitiba.

Os 20 estudantes foram divididos em duas equipes (Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos - EJA) para que pudessem participar das oficinas de música, aprendizagem criativa, impressão 3D, scratch e programação de blocos.

A coordenadora de Tecnologias Educacionais da Secretaria Estadual da Educação, Eguimara Branco, explicou que as oficinas foram planejadas para atender as necessidades dos alunos que têm deficiência intelectual e múltiplas deficiências. “Essa adaptação permite que eles conheçam um pouco das atividades desenvolvidas no Seed Lab, que também são direcionadas a esse público”, disse Eguimara.

O estudante Alisson Fabiano Rodrigues, de 14 anos, contou que as atividades no laboratório tecnológico são mais interativas. “É mais divertido aprender assim do que ficar dentro da sala de aula. Hoje eu dancei e toquei bateria nas oficinas de dança e música. É muito legal, gostei da adaptação que foi feita”, disse.

Yuri Rafael de Lima Machado, de 20 anos, sempre gostou de pesquisar sobre o mundo da robótico. “Gosto muito de robótica e hoje está sendo legal ver como funciona, também é bom porque vamos poder levar esses conhecimentos para nossa escola”, disse.

DESENVOLVIMENTO – A professora Edvirges Maria Krik, destacou as contribuições do uso da tecnologia na educação especial. “A tecnologia educacional é fundamental para o raciocínio lógico e concentração porque eles criam coisas novas e isso é muito importante para o desenvolvimento intelectual. O uso de metodologias diferenciadas motiva os alunos para que busquem sempre descobrir coisas novas”, disse Edvirges.

Já a professora Benedita Lourdes da Silva, reforçou a importância de trabalhar com metodologias tecnológicas no ambiente escolar. “Eles estão inseridos nesse meio tecnológico e nós, enquanto escola, temos que pensar nisso, evoluir e trazer recursos pedagógicos que transformem as aulas mais atrativas”, disse.

OFICINAS – O Seed Lab conta com laboratórios e salas temáticas que proporcionam aos estudantes aprender na prática conceitos relacionados a tecnologia educacional criativa. São oito oficinas que incluem a construção e programação de robôs, aprendizagem criativa, cinema, jogos digitais, projetos eletrônicos, construção de instrumentos musicais, gincanas com robôs Lego e impressão e modelagem em impressora 3D.

“O Seed Lab tem como objetivo propor atividades que ajudem os professores a repensar os espaços da escola e maneiras de ensinar, tornando a escola um espaço mais atrativo”, disse Eguimara.

As escolas interessadas em participar das oficinas do Seed Lab podem fazer as inscrições pelo endereço seedlab@escola.pr.gov.br ou pelo telefone 41 - 3277-7365. O laboratório de aprendizagem criativa fica no Departamento de Políticas e Tecnologias Educacionais (DPTE), na Rua Salvador Ferrante, 1.651, no bairro Boqueirão, em Curitiba.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.