Profissionais da Educação

07/11/2018

Secretaria da Educação divulga classificação provisória do PSS

Está disponível a classificação provisória do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de profissionais que atuarão nas escolas da rede estadual em 2019. Os participantes devem consultar as listas de classificação na página www.educacao.pr.gov.br. Elas estão separadas por Núcleo Regional de Educação (NRE) e seus municípios, ou setores, no caso de Curitiba, para cada um dos três editais publicados.

Os candidatos foram classificados automaticamente, por ordem de pontuação. No caso de pontuação idêntica, os critérios de desempate favorecem o candidato com idade mais elevada, quando ele tem mais de 60 anos; já no caso de pessoas com 59 anos ou menos, prioriza-se a escolaridade e depois a idade mais elevada.

O PSS leva em conta a escolaridade, tempo de serviço e aperfeiçoamento profissional, informados no momento de inscrição, não sendo necessário qualquer tipo de avaliação prática ou escrita.

Nos dias 07 e 08 de novembro os participantes podem protocolar recurso questionando a classificação provisória, diretamente no Núcleo Regional de Educação em que estão inscritos, das 09h às 17h. O recurso deve ser apresentado em um formulário único, conforme modelo disponível nos editais de classificação, com todos os questionamentos devidamente fundamentados e justificados.

A classificação final será publicada após o dia 14 de novembro, no portal da Secretaria da Educação. Com essa classificação disponível, os Núcleos Regionais de Educação podem começar a convocar os candidatos para comprovar seus títulos, momento em que precisam levar toda a documentação exigida em edital para provar as informações declaradas em suas inscrições.

Os profissionais que comprovarem seus títulos passam então a aguardar a convocação para contratação, realizada de acordo com a demanda dos estabelecimentos de ensino da rede estadual, no ano que vem.

Está prevista a seleção de, no mínimo, 15 mil candidatos por meio do PSS.

EDITAIS – Ao todo se inscreveram 225.615 pessoas, em três editais diferentes. Para o edital que vai selecionar professores, pedagogos e tradutores e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais, foram 83.039 participantes, que realizaram 259.038 inscrições. No edital para Assistente Administrativo e Técnico Agropecuário e Florestal foram 78.719 pessoas e 135.010 inscrições. E 63.857 pessoas em 136.399 inscrições no edital que seleciona interessados nas vagas de Auxiliar de Serviços Gerais.

Cada pessoa podia se inscrever em até dois municípios de um mesmo Núcleo Regional de Educação (ou dois setores, no caso de Curitiba), em até três disciplinas ou funções diferentes em cada município, ou seja, uma mesma pessoa poderia ter feito até seis inscrições em um único edital. E, além disso, era possível se inscrever nos três editais. No total, foram 530.447 inscrições para este processo seletivo.

RECUPERAÇÃO SALARIAL – A governadora Cida Borghetti autorizou que os professores contratados pelo PSS para o ano que vem tenham a recuperação salarial que estava sendo reivindicada pela categoria.

“Não medimos esforços para garantir a recuperação salarial e atender uma das principais demandas da categoria. Em 2019, os professores contratados no regime PSS voltarão a ter o salário equiparado aos professores de carreira”, disse a governadora.

A remuneração destes profissionais volta a ser de R$ 2.831,00 mais R$ 826,00 de auxílio-transporte, para uma carga horária de 40 horas semanais. Durante o ano de 2018, estes professores tiveram salário de R$ 2.455,12.

No PSS realizado em dezembro passado, para selecionar os profissionais que atuaram nas escolas este ano, 147 mil pessoas fizeram 266 mil inscrições.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.