Ensino

22/02/2019

Escola estadual economiza 30% na conta de água com sistema de cisterna

Em dois anos, a Escola Estadual Elias Abrahão, em Honório Serpa (no Sudoeste do Estado), reduziu os custos com a conta de água em mais de 30%. A economia foi possível graças a um sistema de captação de água da chuva instalado pela escola em 2016, após consulta à comunidade escolar. Além da economia, a iniciativa também contribuiu para ampliar as discussões sobre sustentabilidade no colégio com atividades teóricas e práticas.

A captação da água da chuva é feita pelo sistema de calhas que levam a água até um reservatório de cinco mil litros; o reservatório é equipado com um motor que bombeia a água para a limpeza dos banheiros, quadra poliesportiva e calçadas. O equipamento foi adquirido com recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDD), do Governo Federal, e a decisão de investir em uma cisterna foi tomada em conjunto com representantes do Conselho Escolar e da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF).

“Chove muito em nosso município, então optamos por instalar esse sistema, assim ao mesmo tempo em que geramos economia para o Estado também mostramos na prática o que ensinamos em sala de aula”, explicou o diretor Evandro José Albino.

Entre os anos de 2016 e 2018, os gastos na conta de água da escola diminuíram R$ 2.478,47, uma economia de 30,57% do orçamento do Estado.

CONSCIENTIZAÇÃO – A novidade implantada na escola também refletiu na relação dos 11 funcionários e dos 223 alunos do Ensino Fundamental com o uso da água. “Os funcionários participaram da decisão de usar os recursos para a instalação do sistema porque perceberam a importância de preservar esse recurso que está ficando cada vez mais escasso”, comentou Evandro.

Os temas da sustentabilidade, meio ambiente e ecologia estão inseridos nos conteúdos da disciplina de Ciências trabalhados pela professora Jucemara de Fátima Lopes Ferreira com os alunos do 6° e 7° ano. “Os alunos estão abertos a mudanças no uso da água porque percebem a importância da preservação e o uso consciente”, disse. “Eles observam que, utilizando a água da chuva, estamos reservando o consumo da água para o nosso consumo e preservando um recurso que é essencial para a vida humana”, concluiu a professora.

Durante o ano letivo a escola também promove palestras em parceria com a Sanepar e com o município sobre maneiras de consumo consciente da água potável.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.