Ensino

12/03/2019

Primeira Prova Paraná será aplicada amanhã (13) em todo o estado

A primeira Prova Paraná, ação inédita desenvolvida pela Secretaria de Estado do Paraná, será aplicada nessa quarta-feira, dia 13 de março, para mais de 600 mil alunos da rede pública de ensino. Participam estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental das redes estadual e municipal de ensino, dentro do acordo de cooperação com 397 municípios, do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 1º e 3º anos do Ensino Médio da rede estadual.

Com os resultados, os Núcleos Regionais de Educação terão um diagnóstico preciso das dificuldades de aprendizagem dos alunos e as equipes das escolas poderão elaborar Planos de Ação voltados à melhoria da aprendizagem em apoio às escolas.

Para o secretário da Educação, Renato Feder, a expectativa é grande. “Nosso grande objetivo é que a Prova Paraná ofereça subsídios para que os professores possam saber com mais precisão como seus alunos estão aprendendo e que as escolas utilizem os resultados obtidos para ajudar os educadores”, explicou.

Ele destaca que a Prova Paraná é uma ferramenta para as escolas, para os educadores e para os alunos. “Meu maior desejo é que a gente consiga ajudar os profissionais da Educação a conhecer e entender melhor o aprendizado de seus alunos”, disse.

Toda a estrutura necessária para a aplicação da Prova Paraná será fornecida pela Secretaria, desde os cadernos de prova até o aplicativo para a correção digital e instantânea. Os gestores também receberão os relatórios gerados pelo aplicativo por e-mail, facilitando a análise posterior dos resultados. As equipes escolares poderão ainda acessar uma plataforma desenvolvida pela Seed (http://www.provaparana.pr.gov.br/).

TECNOLOGIA PARA EDUCAÇÃO - Um dos grandes diferenciais da Prova Paraná é a tecnologia de ponta agregada ao processo pedagógico: após a aplicação da prova, os gestores escolares poderão garantir a correção em tempo recorde por meio de um aplicativo de celular, o Mira Aula.

Para a correção, basta capturar a imagem do cartão resposta de cada aluno com o aplicativo, sem necessidade de acesso à internet, e pronto, os resultados das provas são registrados. Esse recurso possibilitará que a correção das provas de cada turma seja concluída em cerca de 10 minutos.

COMO BAIXAR - O aplicativo Mira Aula foi desenvolvido gratuitamente pela startup Mira Educação e já foi utilizado para correção de avaliações de 480 mil alunos de escolas públicas do Brasil. A ferramenta não demanda acesso à internet via Wi-Fi ou 3G para o funcionamento em sala de aula e também não há consumo do pacote de dados dos professores. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

Além da correção instantânea da prova, o Mira Aula garante a obtenção de relatórios com resultados para professores, gestores escolares e Secretaria da Educação.


COMO VAI SER - Os cadernos de prova já foram impressos e distribuídos pela Secretaria para todas as escolas. A prova terá 40 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática.

A Secretaria da Educação orienta que as escolas apliquem a prova no turno no qual os estudantes estão matriculados. A duração do teste é de 2 horas, prazo que pode ser estendido em até 1 hora para alunos com necessidades especiais.



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.