Eventos

26/04/2019

Evento da Educação no Noroeste do Estado promove valorização da leitura

A fim de promover trocas de experiências sobre como valorizar a leitura em sala de aula, o Núcleo Regional de Educação (NRE) de Umuarama, no Noroeste do Estado, realizou um encontro literário com diversos profissionais de docência dos 19 municípios jurisdicionados ao órgão. O evento também celebrou o Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado em 18 de abril.

Destinado aos secretários municipais de Educação, coordenadores pedagógicos e professores da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Médio da região, o encontro buscou inspirar os cerca de 130 participantes quanto à disseminação da leitura no cotidiano escolar em que estão inseridos. Chefe do NRE de Umuarama, Gilmara Zanata afirmou que realizar um evento assim é muito satisfatório.

“Ler é essencial para o processo de ensino e aprendizagem. O aluno que lê consegue fazer mais conexões entre os conteúdos, melhora a escrita, oralidade e também aprimora a capacidade de argumentar”, pontuou.
Ainda, para a educadora, num momento em que o contexto tecnológico é tão forte, é essencial lançar mão do lúdico para aflorar nos alunos o gosto pela leitura.

Foi o que fizeram estudantes do Curso de Formação de Docentes do Colégio Estadual Malba Tahan, de Altônia, e do Colégio Estadual Bento Mossurunga, de Umuarama, que marcaram presença no encontro.

Caracterizadas como personagens do mundo da literatura e das animações, como a boneca Emília (“O Sítio do Pica-Pau Amarelo”) e as irmãs Elsa e Anna (“Frozen – Uma Aventura Congelante”), alunas participaram de apresentações teatrais. Houve também contação de histórias e palestra com a escritora Ângela Russi, que é da cidade.

INTEGRAÇÃO – Segundo Gilmara, o objetivo de realizar eventos que envolvem os profissionais das Secretarias Municipais da Educação da região é integrar as redes municipal e estadual de ensino, já que normalmente os estudantes iniciam seus estudos na primeira e, a partir dos 10 anos de idade, migram para as instituições do Estado. 

“Ver os participantes saírem do encontro motivados e animados para levar o que aprenderam para as escolas sob sua responsabilidade nos deixa muito feliz. Ficamos com a sensação de dever cumprido, mesmo sabendo que foi só o primeiro passo”, afirmou.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.