Eventos

02/05/2019

Calendário de jogos escolares reunirá 200 mil estudantes

O superintendente de Esportes Hélio Wirbiski apresentou nesta terça-feira (30) ao governador Carlos Massa Ratinho Junior o calendário oficial dos jogos esportivos no Paraná. Ele envolve disputas oficiais, escolares, universitárias e de Aventura e Natureza (inéditas no Estado). Além disso, o governador recebeu a confirmação de Foz do Iguaçu como sede do Campeonato Mundial de Voleibol Escolar 2020, primeira vez que o evento ocorre na América do Sul. O ex-jogador de vôlei Giba participou do encontro.

O calendário começa em maio e se encerra apenas em novembro, com expectativa de reunir 200 mil crianças nos jogos escolares e mais 30 mil nos de Aventura e Natureza, que serão distribuídos em três datas e sedes (Litoral, em junho; Foz do Iguaçu e lindeiros, em setembro; e Angra Doce, no Norte Pioneiro, em novembro). Já os jogos escolares contam com 32 etapas regionais e duas finais, entre crianças com 12 a 17 anos.

Wirbiski disse que a ideia do encontro foi de apresentar o esporte como indutor do desenvolvimento humano e também do turismo. “Aproveitamos a visita do ícone de vôlei Giba e lançamos o calendário esportivo dos jogos escolares, vamos atender em torno de 200 mil crianças do dia 15 até o fim do ano. A ideia do governador Ratinho Junior é potencializar as finais usando os grandes nomes do esporte para incentivar as crianças a praticar esporte, e família e comunidade também participarem”, afirmou.

PARCERIAS -
O superintendente de Esportes também ressaltou que os jogos de Aventura e Natureza apresentam roupagem inédita e atendem uma solicitação do governador em ampliar a parceria com as federações e as prefeituras. “Pretendemos levar 30 mil pessoas em 27 modalidades esportivas. São inéditos. Consolidamos esses eventos no calendário estadual. Apenas pelo triatlo, por exemplo, serão 1,5 mil pessoas, além do cicloturismo, natação, surfe. Todos os esportistas estão animados com esse apoio do Governo”, afirmou.

Segundo o governador Ratinho Junior, o calendário esportivo representa uma forma de planejar as atividades do Paraná a médio e longo prazo. “O Esporte nunca foi pensado de forma planejada no Estado. Queremos usar esse calendário para atingir várias regiões e integrar diversos esportes para que os nossos talentos permaneçam no Estado e competindo em alto nível”, apontou.

Giba ressaltou no encontro que o Paraná é um celeiro de grandes atletas e que a equipe feminina de atletismo do Colégio Osvaldo Cruz, em Campo Mourão, vai representar o Brasil no Mundial da Croácia, em maio.

PROTOCOLO - Hélio Wirbiski também confirmou ao governador que a superintendência fechou um protocolo de intenções com a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) para aumentar o orçamento e as parcerias na área. “Queremos unir a possibilidade de atrair mais dinheiro e a expertise das equipes de Esportes do Paraná para potencializar esse calendário esportivo a partir do ano que vem”, completou.

Segundo o superintendente de Esportes, a missão na área nos próximos quatro anos é cuidar dos alunos nas escolas e priorizar pelo menos um terço do orçamento para projetos educacionais. “A criança precisa ser protegida dentro da escola. Vamos ter menos quadras externas e mais recuperação de internas nos próximos anos. Além de segurança, da integração comunitária, a missão é cuidar muito bem do esporte no Paraná”, afirmou. Segundo Wirbiski, citando um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), cada real investido em esporte economiza quatro reais em tratamento de saúde no futuro.

MUNDIAL DE VÔLEI 2020 - Foz do Iguaçu foi escolhida como sede do Campeonato Mundial Escolar de Voleibol de 2020, vencendo uma concorrência com a Croácia. Para sediar o Mundial, o Brasil defendeu a tese de que deveria ser escolhido não só pelo ineditismo do local, mas também por contar com o apoio do Poder Público para realizá-lo.

Fonte: AENPR.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.