Infraestrutura

09/05/2019

Terceira remessa de alimentos não perecíveis chega à rede estadual

O Governo do Paraná iniciou a entrega da terceira remessa de alimentos não perecíveis para as mais de 2,1 mil escolas estaduais. São mais de 1,5 mil toneladas de produtos que serão entregues nos próximos 30 dias para garantir a qualidade das refeições diárias servidas para mais de um milhão de estudantes paranaenses. O investimento nesta remessa é de R$ 5,4 milhões. Haverá outras duas entregas até o fim do ano.

“Temos a responsabilidade de garantir que as escolas estejam abastecidas para oferecer refeições de qualidade para os estudantes. Uma boa alimentação contribui para a formação física e intelectual, o que se reflete no ensino”, comentou o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), José Maria Ferreira.

PRODUTOS – Nesta remessa estão sendo entregues para as escolas 20 itens diferentes de produtos. Entre eles, achocolatado, açúcar, arroz, bebida a base de soja, biscoito, legumes em conserva, farinha de trigo, feijão, fubá, macarrão.

As entregas atendem as prioridades apontadas pelo sistema de acompanhamento da alimentação escolar. Neste sistema constam as escolas que informaram a quantidade ainda existente de itens nas despensas e suas necessidades em relação ao número de estudantes matriculados.

Os alimentos não perecíveis destinados à merenda escolar dos estudantes são estocados na unidade de armazenagem da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Em Curitiba e região e em alguns municípios dos Campos Gerais e Litoral, a distribuição é direta. Para o interior do Estado, os caminhões levam até as centrais de distribuição, onde as cargas são redistribuídas em veículos menores para agilizar a entrega. Os alimentos chegam às escolas em até quatro dias.

AGRICULTURA FAMILIAR - Há duas semanas foram assinados contratos entre o governo do Paraná e 153 cooperativas e associações da agricultura familiar para a entrega de 28 mil toneladas de gêneros alimentícios para a merenda escolar. As entregas acontecem semanalmente nas escolas. O investimento chega a R$ 65 milhões para compra de frutas, legumes, verduras, hortaliças, temperos e complementos.

A medida permite uma maior variedade de alimentos nas refeições diárias servidas e o investimento é uma fonte de renda aos agricultores familiares que criam condições para continuidade do trabalho no campo e desenvolvimento da região.

Fonte: AENPR
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.