Eventos

12/06/2019

DANCEP leva para os palcos do Paraná a vida e a obra de Guido Viaro

O Dancep entra em temporada pelo interior do Paraná com o espetáculo Guido Viaro: Entre Flores e Cores, já apresentado para um público de mais de dez mil pessoas.

A primeira apresentação pelo interior será na cidade de Maringá, no Teatro Calil Haddad, nos dias 18/06, às 20h, e 19/06, às 9h, 14h30 e 20h.

Em Mandaguari, o Dancep se apresenta em dois locais diferentes: no dia 20/06, às 20h, no Centro de Convenções Décio Bacelar e no dia 21/06, às 10h30, no Colégio Estadual Jandaia do Sul.

De Mandaguari o grupo segue para Cambira, também no dia 21/06, com apresentação às 15h30 no Colégio Estadual Rosa Delúcia Calsavara.

E para fechar a temporada pelo interior do Paraná, no dia 22/06 a apresentação é em Apucarana, às 20h no Teatro Fênix.


Histórico do Dancep
O Dancep-Grupo de Dança Contemporânea do Colégio Estadual do Paraná foi Criado em 2011, por iniciativa do professor Fernando Nascimento. O Dancep oferta, gratuitamente, acesso a aulas de dança, espetáculos, formação docente e formação de plateia, levando a arte da dança como uma possibilidade de transformação educacional, cultural e social.

O Dancep atualmente conta com mais de quinhentos integrantes em suas aulas. O grupo já se apresentou, além de Curitiba, Região Metropolitana e interior do Paraná, também em São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Argentina, Portugal e Espanha.


Sinopse do espetáculo Guido Viaro: Entre Flores e Cores
O espetáculo é uma homenagem à vida e a obra do artista e professor Guido Viaro, italiano radicado no Brasi. Inspirando-se em suas obras e transformando-as em dança, tendo como base a sensibilidade de cada bailarina e bailarino em suas improvisações, o espetáculo mistura a dança e as artes plásticas, transformando as linhas de suas pinturas em linhas de movimento corporal, por meio da pesquisa individual e em grupo sobre o artista, suas obras e sua influência na arte paranaense.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.