Educação de Jovens e Adultos

Em 2020, o cronograma da EJA foi readequado para semestral e a matriz curricular foi unificada. Com isso, os estudantes podem concluir tanto a etapa do Ensino Fundamental quanto a do Ensino Médio em dois anos. Além disso, com a matriz unificada, todas as instituições que ofertam EJA têm as mesmas disciplinas, facilitando a continuidade dos estudos caso seja necessário mudar de escola, o que facilita a organização dos professores para a escolha de suas aulas.

Esclarecimentos sobre adequação curricular

Sim. Todas as escolas de EJA e CEEBJAs iniciam o ano letivo de 2020 com a nova proposta por semestre. Apenas os estabelecimentos com Matriz Curricular indígena permanecem no sistema Seja.

Sim, com exceção das Apeds que têm Matriz Curricular indígena, que permanecerão com cronograma no Sistema Seja.

A matrícula dos estudantes nas escolas de EJA e CEEBJA será realizada no Sistema Sere.

Neste momento, que é de planejamento das turmas, os estudantes da educação especial serão alocados nos semestres cujas disciplinas ainda não tenha concluído. No entanto, é facultado ao estudante frequentar uma, duas, três ou quatro disciplinas, de acordo com possibilidade de cada um.

Os estudantes terão o registro mantido em caráter de exceção para poder cursar menos disciplinas.

Esse estudante, que era atendido na turma de individual, deverá frequentar as aulas junto com os estudantes do semestre (coletivo). Ele frequentará as aulas conforme sua disponibilidade de horário, e o setor pedagógico fará o controle da sua carga horária. Será do atendimento de estudantes com frequência diferenciada.

A planilha é um instrumento de orientação. Todos os estudantes que estão frequentando a escola devem fazer parte do planejamento, mesmo que seu nome não conste.

A distribuição das aulas na semana ficará a cargo da escola; no entanto, faz-se necessário respeitar a Matriz Curricular aprovada para o nível de ensino, e a carga horária distribuída por semestre de cada disciplina.

O semestre a cursar dependerá da carga horária de aproveitamento ou classificação e/ou reclassificação de cada disciplina já cursada.

O pedagogo(a) da escola fará o cálculo da data em que o estudante deverá começar seus estudos, dependendo da carga horária do aproveitamento, classificação e ou reclassificação.

A classificação é um procedimento que a instituição de ensino poderá realizar para posicionar o estudante, independentemente da escolarização anterior, no Ensino Fundamental ou Ensino Médio, compatível com seu grau de desenvolvimento e experiência, adquiridos por meios formais e não formais. Ver Instrução nº 13/2017 Sued/Seed. Neste caso, o estudante começará a cursar a disciplina após transcorrida a carga horária da classificação, sendo que as demais disciplinas do semestre deverão começar a ser cursadas no início do semestre.

Será registrado falta justificada, com código específico (a ser definido). Essas faltas não serão computadas na frequência mínima de 75%, a ser cursada.

Os estudantes que obtiveram classificação ou aproveitamento de estudos iniciarão as aulas após decorrida a porcentagem de classificação ou aproveitamento, em data a ser definida pela Equipe Pedagógica da escola.

Os estudantes de transição poderão ser matriculados em disciplinas de semestres diferentes, no mesmo turno, desde que elas não ocorram nos mesmos dias e horários.

Os CEEBJAs e Escolas de EJA seguirão o calendário aprovado pelo Núcleo Regional de Educação, com base na Instrução nº 01/2019 DPGE/Deduc.

A solicitação de abertura de turmas, inclusive de Apeds, é realizada no setor de Planejamento e Gestão Escolar.

O aproveitamento de estudos é um procedimento que pode ser realizado no ato da matrícula inicial do estudante. A instituição transcreverá no Histórico Escolar a carga horária efetivamente cumprida nos estudos oriundos de cursos organizados por série/período/etapa/semestre/bloco, concluídos com êxito e mediante apresentação do Histórico Escolar. As matrículas de todos os estudantes são realizadas no Sistema Escola Web a partir do dia 06 de janeiro de 2020.

Da mesma forma que já é praticado na EJA, a avaliação deverá ser por disciplina, processual e cumulativa, condizente com a abordagem e tratamento metodológico específico desta modalidade de ensino. A avaliação da aprendizagem será expressa por um parecer final, individual, que apresente no mínimo 60% de aproveitamento dos conteúdos desenvolvidos em cada disciplina e 75% de frequência.

Atualmente a matriz curricular da EJA está organizada por semestre; sendo assim, a abertura da turma acontece da mesma forma. Para a abertura do semestre faz-se necessário ter no mínimo 25 estudantes. Considerando que alguns estudantes podem já ter concluído uma ou mais disciplinas do semestre e que, neste caso não têm necessidade de cursar novamente a mesma disciplina, pode acontecer de termos menos estudantes em uma determinada disciplina do que em outra. No processo de transição - e com maior incidência em escola menores -, pode acontecer de todos os estudantes já terem cursado uma das disciplinas do semestre; neste caso, o semestre poderá ser ofertado com menos disciplinas do que o previsto.

As turmas foram previamente planejadas no Sere, com base no boletim enviado às escolas. O boletim foi gerado a partir dos dados levantados pela Celepar sobre os alunos ativos no Sistema Seja, entre os dias 07 e 13 de novembro de 2019. Caso as informações não reflitam a realidade da escola, orientamos que se entre em contato com a Diretoria de Planejamento e Gestão Escolar, relatando-se o ocorrido. Se porventura a escola precisar abrir novas turmas, será necessário solicitar no próprio Sere, no ícone para autorização da Diretoria de Planejamento e Gestão Escolar.

Sim, houve abertura de chave de acesso para todas as Escolas de EJA e CEEBJAs, no Sistema Sere.

Sim. Para a conclusão dos estudos, eles podem cursar duas disciplinas em semestres diferentes, desde que essas disciplinas sejam ofertadas em dia e horário diferente.

Sim. A solicitação de novas turmas pode ser realizada junto à Diretoria de Planejamento e Gestão Escolar.

A oferta na modalidade EJA nas escolas indígenas permanecerá da forma como foi autorizada, com a Matriz Curricular aprovada, por disciplina, e os registros seguem no Seja.

O estudante que concluir o Ensino Fundamental em 2019 deve constar no planejamento para o semestre 1 do Ensino Médio, para o ano de 2020.

Algumas disciplinas ofertadas em cronograma no Sistema Seja, mesmo sendo encerradas em 19/12/2019, possuem carga horária a terminar em 2020. Neste caso, diante da organização semestral, a Equipe Pedagógica analisará os casos pendentes e, seguindo a Instrução nº 013/2017, posicionará os estudantes no semestre mais adequado, para a conclusão do nível de ensino. Em caso de dúvida, a Equipe Pedagógica enviará as situações à Coordenação da EJA para que possamos analisar e orientar sobre como proceder.

Não, tendo em vista que o CEE aprovou a Matriz Curricular da adequação da organização curricular dessa forma.

A proposta de adequação curricular 100% presencial será para todas as escolas de EJA, CEEBJA e Apeds, com exceção das escolas indígenas.

As Apeds ofertarão a adequação curricular semestral, com exceção das escolas indígenas.

Sim. Houve alteração na carga horária de algumas disciplinas.

Fica a cargo da escola organizar a oferta diária das disciplinas, de acordo com a Matriz Curricular aprovada pelo CEE.

O aproveitamento de estudos segue as normas previstas na legislação em vigor, ou seja, a Deliberação 09/2001-CEE/PR.

Sim. Os quatro semestres podem ser ofertados concomitantemente.

Sim, desde que haja espaço físico e número mínimo de estudantes matriculados.

Sim. No mínimo 5 estudantes para a abertura da disciplina no semestre (mas para abrir o semestre deverá somar o mínimo 25 estudantes matriculados).

Todas as disciplinas deverão ter 4 avaliações. Porém, o registro de notas no Sere será de 2 (duas) notas, sendo o semestre bimestral. Fica a critério do professor da disciplina aplicar outras avaliações.

Não. As escolas têm autonomia para organizar a grade horária das aulas do semestre, porém deverão respeitar a composição 3x2 ou 2x3 na organização das disciplinas. Exemplo: 03 (três) aulas de Língua Portuguesa e 02 (duas) aulas de Geografia, no mesmo dia, ou vice-versa.

O estudante poderá ser matriculado no semestre cuja disciplina falta concluir.

Esses estudantes podem passar por um processo de classificação ou reclassificação, na disciplina de Língua Portuguesa, mediante análise da Equipe Pedagógica.

Sim. O estudante de transição poderá cursar disciplinas de outro semestre, desde que essa disciplina não tenha carga horária dividida em dois semestres.

Sim. Nesse caso, deverá ser feita análise da situação escolar do estudante pela Equipe Pedagógica, de acordo com a Instrução nº 13/2017, indicando semestre no qual o estudante será matriculado.

Sim. Nesses casos, os estudantes serão matriculados somente nas disciplinas do semestre que ainda estão por concluir.

Sim; a matrícula é a qualquer tempo.

O suprimento do professor será de acordo com as normas vigentes da Resolução de distribuição de aulas, estabelecida pelo Departamento de Recursos Humanos da Seed.

A possibilidade de abertura de turmas com número inferior a 25 estudantes será considerada como caso omisso, e será analisada pelos Departamentos da Seed/Deduc/DEP/Ceja.

Enviar e-mail para a ejaassessoria@gmail.com solicitando instrução.

O/a interessado/a deve procurar a instituição de ensino de seu interesse que oferta a modalidade e levar os seguintes documentos (original e cópia):

* Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento;
* RG (para maiores de 16 anos) ou Registro Nacional Migratório – RNM / Protocolo de Solicitação de Refúgio;
* Cadastro de Pessoa Física – CPF (para maiores de 16 anos e estudantes da Educação Profissional;
* Declaração de Vacinação emitida pela Unidade ou Posto de Saúde (para menores de 18 anos);
* Fatura recente da concessionária de energia elétrica, dos últimos dois meses;
* Comprovante de endereço adicional em nome da mãe/pai/responsável legal pelo estudante, quando a fatura não estiver em nome destes;
* Número de telefone para contato;
E-mail da mãe/pai/responsável legal;
* CPF da mãe/pai/responsável legal ou Registro Nacional Migratório – RNM / Protocolo de Solicitação de Refúgio;
* Histórico Escolar.

O Ensino Fundamental Anos Finais (do 6º ao 9º ano) pode ser cursado por qualquer pessoa com 15 anos completos; já o Ensino Médio pode ser cursado por qualquer pessoa com 18 anos completos.

 

Onde tem EJA?

Veja o mapa abaixo.