Estudantes assistem a palestra de orientação e prevenção do assédio sexual
06/05/2022 - 14:09

Na última terça-feira (3), alunos do Colégio Estadual Júlia Wanderley, em Curitiba, assistiram a uma palestra de prevenção da importunação e do assédio sexual. Eles puderam tirar dúvidas sobre o que se enquadra como assédio e como proceder caso sejam vítimas ou presenciem uma situação do gênero. A ação aconteceu em dois dias diferentes e atingiu 440 estudantes.

Os palestrantes que participaram são integrantes da ouvidoria, da assessoria jurídica e do departamento de Direitos Humanos da Seed-PR (Secretaria de Estado da Educação e do Esporte), assim como a assessoria jurídica do Núcleo Regional de Educação de Curitiba e a delegada da Polícia Civil Eliete Kovalhuk, titular da Delegacia do Adolescente de Curitiba.

“Consideramos este momento muito importante, pois com esta ação intersetorial contribuímos para sanar dúvidas e amenizar possíveis situações de conflito no colégio”, disse Rosineide Frez, técnica da equipe de Direitos Humanos da Seed.

Os alunos e profissionais da escola também tiveram informações sobre protocolos, como funcionam os processos administrativos e os canais de denúncia da Seed — como a ouvidoria, por meio da qual é possível fazer denúncias anônimas.

“A palestra trouxe esclarecimentos sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, sobre  direitos e deveres enquanto cidadãos e, principalmente, sobre as atitudes que o adolescente deve tomar em casos de importunação e assédio”, contou o diretor do colégio, Cristiano Gonçalves.

Cartilhas e manuais — Na página da ouvidoria da Seed, é possível encontrar cartilhas sobre assédio sexual e moral, um manual sobre sindicâncias e processos administrativos disciplinares, além de um guia com orientações práticas de segurança para as instituições de ensino.